/// A fascinante beleza das Temaris

Senhora de 92 anos produz esferas rendadas impressionantes com padrões simétricos através da fascinante arte das ‘temari’.

Que a natureza é bela, isso todo mundo já sabe. Seja em suas formas simétricas ou assimétricas. Não é de hoje que o homem vem reproduzindo tal beleza em suas artes e ciências. E é exatamente o que a faz uma vovó japonesa de 92 anos. Ela cria, com grande primor, bolas de tricô rendado com figuras padronizadas, as chamadas temaris.

Segundo informações obtidas no perfil de sua neta NanaAkua no Flickr, onde estão expostos quase quinhentos exemplares de sua produção, ela começou a fazer temaris por volta dos sessenta anos e não parou mais. Hoje em dia, dá aulas voluntárias aos sábados.

As temaris (手まり) são uma forma de arte popular que se originou na China e foi introduzida no Japão por volta do século VII dC. Temari significa “bola de mão” em japonês. Originalmente eram brinquedos caseiros produzidos com restos de quimonos velhos, fitas de seda e tecidos. Mas, com o passar do tempo, as temaris foram ganhando cada vez mais adornos e ficando cada vez mas elaboradas, deixando de ser simples brinquedos para se torar uma arte e ofício da classe alta e da aristocracia japonesa.

Hoje são presentes altamente valorizados. Símbolo de carinho, profunda amizade e lealdade. Além disso, as cores brilhantes e os fios utilizados são simbólicos para desejar ao presenteado uma vida brilhante e feliz.

Veja mais desse maravilhoso trabalho no Flickr de NanaAkua.
Com algumas informações da Wikipédia.

Siga-nos nas redes sociais:  

Criar Post
envie seu trabalho ou achado inspirador

O que achou disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *