/// Pombo-de-nicobar, o primo vivo mais próximo do extinto dodô

O dodô foi uma ave não‐voadora nativa da ilha Maurício, perto de Madagascar, na costa leste africana, extinta há quase quatro séculos. Media cerca de um metro de altura e podia pesar entre dez e dezoito quilogramas.

Segundo descrições e pinturas do século dezessete, era uma ave rechonchuda com um tufo de penas na cauda, plumagem cinza-acastanhado, pata amarela, cabeça acinzentada sem penas e com bico preto, amarelo e verde. Ficou amplamente conhecida e difundida na cultura popular após fazer parte de Alice no País das Maravilhas. O dodô possui duas outras aves com parentesco genético próximo: o solitário-de-rodrigues e o pombo-de-nicobar. Sendo que apenas esta última ainda vive, embora não se pareça muito com seus primos extintos.

Possui penas mais longas, principalmente ao redor do pescoço, com pigmentação multicolorida metálica e vibrante, num degradê harmonioso com asas e cabeça azul-aveludadas. Além de ser bem menor e mais leve que seus parentes acima. Medindo 41 centímetros e pesando cerca de seiscentos gramas.

+Info: Wikipédia (imagens via: My Modern Met e Bored Panda).

Criar Post
envie seu trabalho ou achado inspirador

O que achou disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Também na Stuffhood